EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Plano para a TAP prevê ajudas de 970 milhões de euros em 2021

Faixa utilizada nos protestos em Lisboa
Faixa utilizada nos protestos em Lisboa Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No último dia do prazo, governo português entrega a Bruxelas proposta que prevê ajudas à TAP de 970 milhões de euros no próximo ano.

PUBLICIDADE

O dossiê do salvamento da TAP aterrou em Bruxelas. Foi no último dia do prazo para apresentar a proposta de reestruturação da Transportadora Aérea Portuguesa, o que coincidiu com o arranque do Conselho Europeu. 

O governo de António Costa entregou à Comissão Europeia um plano que prevê ajudas do Estado na ordem dos 970 milhões de euros já em 2021. E, como o primeiro-ministro já salientou, o parlamento não será chamado a pronunciar-se.

"Quem governa em Portugal é o governo. E isso significa governar nas horas boas e nas horas más, significa governar quando se tomam medidas que são populares e governar quando se tomam medidas impopulares. Faz parte da atividade governativa e não vale a pena o governo ter a ilusão que pode transferir para outro órgão de soberania aquilo que só a si próprio compete fazer", declarou António Costa.

Os protestos dos trabalhadores da TAP têm-se multiplicado à medida que é conhecida a dimensão dos cortes. A empresa pretende reduzir os custos com pessoal em 230 milhões de euros no próximo ano. O plano preconiza cerca de 2 mil despedimentos e a redução em 25% dos salários acima dos 900 euros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cai Pedro Nuno Santos. IL apresenta moção de censura ao Governo

Governo português sofre oitava baixa em nove meses: Secretária de Estado do Tesouro demitida

TAP regista prejuízo recorde de 1,6 mil milhões de euros em 2021