Última hora
This content is not available in your region

Alemanha atinge novo recorde diário de mortes

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Alemanha atinge novo recorde diário de mortes
Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

A Alemanha registou um novo recorde de mortes por Covid-19 e voltou a impor um novo confinamento parcial, encerrando lojas e escolas.

952 pessoas morreram com o novo coronavírus, em 24 horas, enquanto as novas infeções aumentaram em um terço, em relação à semana passada.

Itália e Espanha estão a considerar medidas mais rigorosas durante o Natal para travar a propagação do vírus.

Um estudo revelou que um em cada dez residentes em Espanha tinha sido infetado em meados de novembro, aumentando para uma prevalência de 18% na região de Madrid.

O Primeiro-Ministro do Reino Unido pediu "extrema precaução" no Natal.

Boris Johnson reconheceu que o número de infeções continua a acelerar e que a situação atual é pior e mais complicada do que se esperava quando foi anunciado, há três semanas, o alívio de algumas restrições para a época natalícia.

"Um Natal mais pequeno vai ser um Natal mais seguro e um Natal mais curto é um Natal mais seguro. Quando dizemos que três famílias se podem reunir durante 5 dias é preciso sublinhar que estes são limites máximos, que não são limites a visar e claro que vai ser sempre mais seguro minimizar o número de pessoas com as quais se encontram", conclui Johnson.

A Organização Mundial de Saúde tem instado os europeus a usar máscaras durante as reuniões familiares no Natal e a manter o distanciamento físico.

Afirma que as reuniões devem ser realizadas no exterior, se possível - e se dentro de casa, o tamanho do grupo deve ser limitado e deve existir uma boa ventilação.

Entretanto, a presidente da Comissão Europeia anunciou que os europeus não terão de esperar muito pelo início da vacinação contra o novo coronavírus.

Ursula von-der Leyen gostaria que os países da União Europeia iniciassem a aplicação da vacina contra Covid-19 "no mesmo dia" como sinal de unidade.

A Agência Europeia do Medicamento vai reunir-se na segunda-feira.

Entretanto, o primeiro-ministro francês Jean Castex afirmou que o processo de vacinação vai começar "a partir da última semana de dezembro"... "Se as condições forem cumpridas". Esta primeira fase, relativa a pessoas de risco, estender-se-á por seis a oito semanas.

As "populações não prioritárias" terão de esperar "pelo fim da primavera" para começarem a ser vacinadas.