Última hora
This content is not available in your region

Estratégia de Cibersegurança visa travar aumento da pirataria

Access to the comments Comentários
De  Isabel Marques da Silva  & Jack Parrock
euronews_icons_loading
Estratégia de Cibersegurança visa travar aumento da pirataria
Direitos de autor  Kenzo Tribouillard/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A nova Estratégia de Cibersegurança da União Europeia, apresentada quarta-feira, em Bruxelas, visa tornar a Internet mais segura, combatendo crimes que podem ter sérias consequências para cidadãos, empresas e orgãos de soberania.

“Estamos a assitir a um padrão de ataques contra sistemas das infra-estrutura de saúde, contra sistemas com funções cruciais para a União Europeia, contra as nossas instituições. Portanto, penso que as pessoas estão cada vez mais cientes de que este é uma área onde aumentam as ameaças", disse Margaritis Schinas, vice-presidente da Comissão Europeia, em entrevista à euronews.

A Agência Europeia de Medicamentos, que trabalha agora na aprovação das vacinas contra a Covid-19, foi alvo, na semana passada, de um grande ataque cibernético.

O novo plano da Comissão Europeia quer dar mais fundos para o combate a esses crimes, por forma a que a ação seja mais rápida e abrangente, impedindo os piratas de causarem grandes danos.

A estratégia passa, ainda, pela atualização da diretiva da Rede e Sistemas de Informação, datada de 2016, que serve para sancionar estes criminosos.

A indústria europeia de telecomunicações acolhe com agrado estas medidas, disse Alessandro Gropelli, diretor de Estratégia e Comunicações na ETNO: "Muitos setores vão ser abrangidos por estas novas regras, desde a indústria, ao armazenamento de dados, passando pelas comunicações por videoconferência e sistemas informáticos dos governos".

"Devemos pensar na importância desse tipo de sistemas num momento em que criamos novas vacinas ou aplicações de rastreamento de contactos no telemóvel. As pessoas estão cada vez mais conscientes dessa realidade, o que e crucial", acrescentou Alessandro Gropelli.

o executivo comunitário está a preparar com os Estados-Membros, uma nova Unidade Cibernética Conjunta, para reforçar a cooperação no espaço de toda a União.