Módulo lunar chinês regressa à Terra

Módulo lunar chinês regressa à Terra
Direitos de autor AP/Xinhua
De  Rodrigo Barbosa com AFP / AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Sonda chinesa aterrou com sucesso trazendo dois quilos de amostras da Lua

PUBLICIDADE

A China trouxe com sucesso para a Terra amostras da Lua, pela primeira vez em mais de quatro décadas.

O módulo lunar Chang'e 5 aterrou sem problemas durante a noite na região de Siziwang, no norte do país, junto à fronteira com a Mongólia.

A sonda chinesa tinha sido enviada a 24 de novembro, atingindo a superfície da Lua a 1 de dezembro, numa área montanhosa do astro nunca antes explorada.

Com esta missão, a China torna-se no terceiro país, depois dos Estados Unidos e da ex-União Soviética nos anos 60 e 70, a trazer para a Terra rochas e poeira do solo lunar.

Os cientistas esperam que o estudo das amostras - que correspondem a cerca de dois quilos de matéria - permita compreender melhor a História e evolução da Lua, nomeadamente no que diz respeito à atividade vulcânica na sua superfície.

A missão permitiu também ajustar e melhorar as tecnologias necessárias para enviar astronautas chineses ao satélite natural da Terra, um objetivo declarado por Pequim até 2030.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

População da China diminui pelo segundo ano consecutivo

Sobreviventes enfrentam o frio após sismo que matou 131 pessoas na China

Sismo no noroeste da China faz mais de 100 mortos