Última hora
This content is not available in your region

Reino Unido abre centros de vacinação em massa

euronews_icons_loading
Reino Unido abre centros de vacinação em massa
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

O Reino Unido abriu esta segunda-feira sete centros regionais de vacinação em massa, para acelerar e alargar o programa de vacinação contra a Covid-19. O Governo quer vacinar 15 milhões de pessoas consideradas mais vulneráveis até meados de fevereiro e a restante população adulta até outubro.

Mas Mike Peddie, um britânico de 83 anos vacinado esta segunda-feira, teme que nem todos os cidadãos queiram ser vacinados: "Não adianta sermos vacinados, se eles não forem e eu realmente não entendo isso. Precisamos de nos unir e das vacinas para nos unirmos".

Os lares enfrentam novos surtos, que estão a deixar os profissionais de saúde esgotados. Eva Koffi, que concilia o curso de Medicina com um part-time como cuidadora num lar, diz que tudo mudou de um momento para outro. "Eu fiz um turno no fim de semana e tudo estava bem. Na semana seguinte, quando regressei, todas os nomes no quadro tinham um autocolante a dizer que estavam com Covid. Eu fiquei literalmente apavorada", diz Koffi.

A Alemanha e a França devem receber esta segunda-feira os primeiros carregamentos da vacina da Moderna, a segunda a ser aprovada pela Agência Europeia do Medicamento. Portugal também deve receber esta semana as primeiras doses desta vacina.

No norte de França começou uma vasta campanha de testes para identificar casos da nova estirpe do Reino Unido.