Última hora
This content is not available in your region

Variante britânica do vírus pode ser 30% mais mortífera

euronews_icons_loading
Boris Johnson
Boris Johnson   -   Direitos de autor  Leon Neal/AP
Tamanho do texto Aa Aa

Resultados preliminares sugerem que a variante britânica da Covid-19 pode ser 30% mais mortífera em comparações com variantes anteriores.

Estudos realizados mostram que o vírus se espalha mais facilmente do que em outras versões do vírus.

O primeiro-ministro britânico afirma que é esta variante que está a colocar pressão sobre o sistema nacional de saúde.

"Devo dizer-vos esta tarde que fomos informados de que para além de se alastrar mais rapidamente, há provas de que a nova variante, a que foi identificada em Londres e no sudeste do país, pode estar associada a um nível mais elevado de mortalidade", disse o primeiro-ministro Boris Johnson.

A nova variante do vírus foi identificada pela primeira vez no sul de Inglaterra em setembro passado.

Desde então que se tornou na estirpe dominante na Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, tendo-se espalhado a mais de 50 países.

Não há sugestões de que as vacinas da Pfizer e AstraZeneca não mantêm a eficácia frente a esta estirpe.