Última hora
This content is not available in your region

Nápoles: Teatro Bellini prepara peça sobre o confinamento

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Nápoles: Teatro Bellini prepara peça sobre o confinamento
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Atores e encenadores do teatro Bellini, em Nápoles, vivem dentro do próprio teatro há um mês. Dormem nos camarins e comem na entrada, sem nunca saírem do edifício.

Estão a trabalhar numa peça sobre a sua experiência da pandemia, que vão levar à cena assim que os teatros reabrirem em Itália.

A peça chama-se "Zona Vermelha" em referência ao confinamento.

Licia Lanera, encenadora e dramaturga, fala desta obra particular: "Nós somos o espelho da reclusão que está a ocorrer no exterior. Estamos fechados num teatro, mas as pessoas estão fechadas em casa há um ano. Portanto, penso que o que nos impele será espelhado no público quando vier ver o espetáculo".

Davide Sacco, coautor do projeto, refere: "O público, quando a cortina se erguer pela primeira vez, mais uma vez, deve perceber que houve pessoas que resistiram, apesar de tudo, da mesma forma de todos os outros tipos de resistências em Itália - da mesma forma, não menos. É por isso que será uma obra de arte".

Confinar-se num teatro é uma forma de protestar contra o que estes artistas entendem como a apatia dos políticos em relação ao papel do teatro na nossa sociedade, já que a tomada de precauções anti-Covid não foi suficiente para convencer as autoridades a deixá-los manter os teatros abertos.

"Na Grécia antiga havia o hospital, o ginásio, o teatro e a escola: a saúde mental, a saúde física e os conhecimentos deveriam ser colocados todos ao mesmo nível", diz o ator Alfredo Angelici.

Luca Palamara, o repórter da Euronews, foi ver o trabalho destes artistas: "Eles vivem e trabalham aqui; e até converteram o palco no centro do seu processo criativo - porque só há uma forma de manter os teatros vivos em altura de confinamento: torná-los a verdadeira fonte de novas histórias para contar às pessoas".

O diretor artístico do Teatro Bellini, Daniele Russo explica a origem do projeto: "A ideia nasceu de falar politicamente sobre o que o teatro deveria fazer. Para nós, o teatro deve continuar a ser teatro - é suficientemente antigo para poder fazer isso. Todo o tipo de inovações devem ser alimentadas pelos artistas no palco, e não sugeridas pelos políticos".

"Zona Vermelha" vai estar em cena apenas uma noite para falar de vidas adaptadas a tempos de pandemia.