Última hora
This content is not available in your region

UE: 70% dos adultos deverão estar vacinados até ao verão

euronews_icons_loading
UE: 70% dos adultos deverão estar vacinados até ao verão
Direitos de autor  Cecilia Fabiano/LaPresse
Tamanho do texto Aa Aa

Face às críticas de atrasos na vacinação contra a Covid-19 ao fim de três semanas de campanha, o executivo comunitário fez uma proposta de coordenação que deverá ser debatida na cimeira de líderes da União Europeia, quinta-feira, por videoconferência.

“O fim da pandemia pode estar à vista, mas não está ainda ao nosso alcance. O aparecimento de novas estirpes do vírus e o aumento substancial de casos não nos permitem ser complacentes. Agora, mais do que nunca, deve haver uma determinação renovada para Europa atuar em conjunto, com coordenação e vigilância", disse Margaritis Schinas, comissário europeu, em conferência de imprensa, terça-feira, em Bruxelas.

O plano propõe:

  • Até março devem estar vacinadas pelo menos 80% das pessoas com mais de 80 anos, bem como 80% dos profissionais de saúde

  • Até ao verão deverão estar vacinados 70% dos adultos

  • Aumentar o ritmo de produção das vacinas, com a Comissão Europeia a intensificar contactos com as farmacêuticas e a entidade reguladora

Parlamento Europeu pressiona

Passar das promessas aos atos foi também pedido pelos eurodeputados, reunidos em sessão plenária.

"A vacinação já começou em todos os Estados-membros, no entanto, vemos uma grande diferença na eficiência dessa campanha entre alguns países e é muito importante recordar que estamos todos juntos nisto", disse Jytte Guteland, eurodeputada sueca de centro-esquerda.

“A implementação da estratégia de vacinação esta a decorrer na perfeição? Não, ainda há muitos desafios nos Estados-membros e a produção tem de ser aumentada", afirmou Esther de Lange, eurodeputada neerlandesa de centro-direita.

Um documento de certificação para quem foi vacinado, nomeadamente para ser exibido nas fronteiras quando se viaja, proposto pela Grécia, também será debatido na cimeira informal dos líderes, a primeira desde que Portugal assumiu a presidência rotativa da União Europeia, a 1 de janeiro.