Última hora
This content is not available in your region

Primeiro cargueiro "verde" anunciado para 2023

Access to the comments Comentários
De  Teresa Bizarro
euronews_icons_loading
Cargueiro Gjertrud Maersk - ARQUIVO
Cargueiro Gjertrud Maersk - ARQUIVO   -   Direitos de autor  Steve Helber/AP
Tamanho do texto Aa Aa

Um cargueiro "verde", sem emissões de carbono. Dentro de dois anos, a Maersk, um dos maiores operadores de transporte marítimo do mundo, vai lançar a primeira de uma nova geração de embarcações mais amigas do ambiente e conta renovar toda a frota até 2050.

Coube a Morten Bo Christiansen, diretor de descarbonização da Maersk, o anúncio da antecippação das metas da empresa. "O nosso primeiro cargueiro neutro em emissões de carbono vai ser posto na água sete anos antes do plano original e funcionará com metanol. Todas as embarcações que iremos adquirir terão de usar combustíveis neutros em carbono, como o metanol ou o amoníaco. Terão tanques adaptados e poderão funcionar com combustíveis tradicionais, se for necessário," explica num vídeo divulgado nas redes sociais da empresa.

A Maersk quer tornar-se no primeiro transportador sem emissões de carbono. A empresa considera que a tecnologia disponível permite antecipar objetivos.

O ano de 2050 representa também a meta da União Europeia para a neutralidade em termos de emissões de carbono. Nos próximos anos, Bruxelas promete políticas mais agressivas para fomentar a chamada economia verde. Essse é aliás um dos pilares da presidência portuguesa que quer alcançar um acordo sobre a lei climática até junho.