Última hora
This content is not available in your region

Na Europa uns confinam e outros reabrem as portas

euronews_icons_loading
Na Europa uns confinam e outros reabrem as portas
Direitos de autor  Matt Dunham/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Apenas algumas semanas depois de o Governo francês ter descartado um novo confinamento nacional, o departamento dos Alpes-Marítimos, onde se inclui Nice, anunciou um confinamento parcial. A zona de Nice tem a mais alta taxa de Covid-19 de França, com 740 novos casos por semana por cada 100 mil habitantes.

"Nos próximos dois fins de semana, as deslocações serão proibidas nos municípios da área costeira urbana. Esta medida vai entrar em vigor na área definida das 18 horas de sexta-feira às 6 horas de segunda-feira", afirmou Bernard Gonzalez, prefeito do Departamento dos Alpes Marítimos.

Já na Alemanha, as escolas e creches reabriram esta segunda-feira em grande parte do país, apesar dos receios acerca de uma terceira onda da pandemia de Covid-19 causada pela propagação da variante britânica.

"Estou muito feliz por ver as crianças voltarem à escola. As crianças ficaram em casa durante muito tempo e acho que, para os pais, foi um grande desafio. E estamos muito felizes que a escola comece finalmente hoje ", disse a professora Anja Nessling.

O Governo britânico apresentou um plano de desconfinamento que prevê quatro grandes etapas. "Estamos a partir para o que espero e acredito que seja um caminho de sentido único para a liberdade, e este caminho é possível graças ao ritmo do programa de vacinação", realçou o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson.

A primeira etapa será o regresso às aulas marcado para 8 de março. A segunda etapa está agendada para 12 de abril, com a reabertura de lojas, cabeleireiros, bibliotecas e ginásios. Bares e restaurantes só vão poder servir nas esplanadas. A quarta e última etapa de desconfinamento está prevista para 21 de junho.