Última hora
This content is not available in your region

As vantagens dos clusters empresariais na Europa

euronews_icons_loading
As vantagens dos clusters empresariais na Europa
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Uma pequena empresa da Roménia criou uma aplicação digital para ligar os pacientes às farmácias locais, o que lhes permite saber se têm o medicamento de que precisam. A empresa pertence a um cluster empresarial que a ajudou a desenvolver o projeto.

“O paciente preenche um pedido de medicamento e o farmacêutico que está registado na plataforma vê o pedido e responde com um clique. é enviada uma mensagem ao paciente, por SMS ou e-mail, para informá-lo da disponibilidade do medicamento", explicou Iulia Weingold, responsável pelo projeto da empresa romena RomSoft.

Há três mil clusters especializados na Europa

A aplicação foi desenvolvida por uma empresa romena que integra o único cluster europeu na área do diagnóstico por imagem. O cluster Imago-Mol reúne organismos públicos, nomeadamente hospitais, e empresas privadas.

"O cluster ajudou-nos muito a promover a aplicação. Conseguimos ter mais farmacêuticos que nos ajudaram a estabelecer contatos importantes nos meios de comunicação para alcançar mais pessoas num curto espaço de tempo. A próxima etapa é simplificar ainda mais o processo e capacitar os pacientes para que possam pesquisar o medicamento diretamente na aplicação e expandir o sistema para ter mais farmácias", acrescentou a responsável.

euronews
Carmen Mihai, gestora de preojeto no cluster ImagoMoleuronews

O papel dos clusters durante a pandemia

Na Europa, existem atualmente cerca de três mil clusters especializados. Uma forma de organização que estimula a inovação entre as PME. Estima-se que os clusters empresariais criaram 54 milhões de empregos na União Europeia.

Durante a pandemia, os cluster europeus mantiveram-se ativos para dar resposta à interrupção das cadeias de abastecimento e lançar um portal para promover a colaboração entre empresas no contexto da Covid-19.

“Apoiámos os membros do cluster na promoção dos seus produtos, como por exemplo a aplicação que liga os pacientes às farmácias. Ajudamos também o hospital a lidar com a escassez de equipamentos médicos de proteção. Os clusters, na Europa, construiram plataformas para ajudar os membros a enfrentar os desafios criados pela crise da Covid-19", afirmou Carmen Mihai, gestora de projetos na ImagoMol.

Clusters favorecem inovação

Uma das vantagens de pertencer a um cluster é a partilha de conhecimento, o que ajuda a favorecer a inovação.

“As empresas que integram clusters são geralmente mais inovadoras porque os clusters ligam dois mundos diferentes, por um lado, os investigadores, e por outro, as empresas. Há uma partilha de conhecimento e o facto de se partilhar conhecimento contribui para gerar inovação", salientou Carmen Mihai.