Última hora
This content is not available in your region

Cimeira da UE debaterá vacinas e diplomacia

Access to the comments Comentários
De  Isabel Marques da Silva  & Darren McCaffrey
euronews_icons_loading
Cimeira da UE debaterá vacinas e diplomacia
Direitos de autor  Johanna Geron/AP
Tamanho do texto Aa Aa

A tradicional cimeira da primavera era para ser presencial, mas os líderes da União Europeia vão reunir-se por videoconferencia, quinta e sexta-feira, por causa do aumento da contaminação por Covid-19 em muitos Estados-membros.

Mas haverá um novo rosto nos ecrãs, já que o presidente dos EUA, Joe Biden, vai falar sobre as suas ideia spara reforçar a realação com o bloco comunitário, que deverão ser detalhadas numa cimeira presencial durante o primeiro semestre, se a pandemia permitir.

 parte esta novidade, a agenda não surpreende face às mais recentes reuniões, sendo dominada pelos atrasos na campanha de vacinação contra a Covid-19.

As propostas da Comissao Europeia, apresentadas na quarta-feira, sobre produção e controlo da exportação das vacinas poderão gerar debate aceso. A ideia é proibir a exportação em caso de falta de equidade, o que pode ter efeitos contraproducentes.

“Esta é uma proposta controversa, precisamente porque há uma série de Estados-membros da União Europeia que estão preocupados que essas restrições adicionais às exportações possam jogar a favor de outros países no mundo. Esses países pooeriam tentar implementar restrições retaliatórias", referiuAnthony Dworkin, analista no Conselho Europeu de Relações Externas, em entrevista à euronews.

"Mas também existe um bloco bastante significativo de Estados-membros que querem dar esse passo. Poderemos acabar num cenário em que a medida está disponível para aplicar, mas os países é que decidem se a implementam ou não", acrescentou o analista.

Os chefes de Estado e de governo da União também irão analisar a proposta de criar um certificado sobre estado de imunidade à Covid-19, que facilite a livre circulação entre os Estados-membros, podendo ajudar a salvar a temporada turística no verão.

Frente externa e temas económicos

Na fente da política externa, será feito o ponto de situação sobre as relações com a Rússia e a Turquia, países com os quais a União Europeia pretende ter ter uma posição mais assertiva, incluindo com recurso a sanções.

O segundo dia de cimeira consagrado à transformação económica e digital e a uma Cimeira do Euro.

Enquanto presidente em exercício do Conselho da UE no corrente semestre, o primeiro-ministro António Costa será um dos 'protagonistas' da cimeira, cabendo-lhe, no arranque dos trabalhos, dar conta aos seus homólogos dos trabalhos em curso no Conselho e, na curta troca de impressões com Biden, que decorrerá quinta-feira à noite, falará em nome dos 27 países.