UE prepara mecanismo de controlo de exportação de vacinas Covid

UE prepara mecanismo de controlo de exportação de vacinas Covid
Direitos de autor AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As regras serão analisadas no Conselho Europeu que começa esta quinta-feira. O alvo principal será a anglo-sueca Astrazeneca, por incumprimento de contratos, mas as regras serão aplicáveis a qualquer outra produtora de vacinas anticovid.

PUBLICIDADE

A exportação de vacinas contra a Covid-19 na União Europeia vai ser submetida a um mecanismo de controlo. A Comissão prepara-se para aprovar a obrigatoriedade de qualquer exportação passar pelo crivo de Bruxelas.

As regras serão analisadas no Conselho Europeu desta semana. O alvo principal será a anglo-sueca Astrazeneca, por incumprimento de contratos, mas as regras serão aplicáveis a qualquer outra produtora de vacinas anticovid.

Um novo centro de produção da Astrazeneca na Países Baixos é agora um centro de interação diplomática entre os 27 e o Reino Unido. Bruxelas não está disposta a partilhar metade da produção por considerar que o seu programa de vacinação está em desvantagem e a população do bloco é maior.

O Vice-presidente da Comissão Europeia para os Assuntos Interinstitucionais, Maros Sefcovic, explica que "até agora proibimos apenas uma exportação e foi de Itália para a Austrália. A razão foi, exatamente, a proporcionalidade, porque se olharmos para o nível de vacinação na Austrália e na Europa são dois níveis diferentes e, por isso, sentimos muito claramente que a Europa precisa agora destas vacinas".

Uma das incógnitas e perceber se a regra também se vai aplica às farmacêuticas que respeitaram contratos e pretendem exportar para países onde a taxa de vacinação é maior.

Muitos países europeus sofrem uma terceira vaga e a UE querer recuperar os atrasos na distribuição. A Comissão insiste que a Astrazeneca fez promessas contratuais contraditórias entre Bruxelas e Londres, lesivas para os 27.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"A Europa não pode ser um reino de egoísmos"

Agricultores polacos bloqueiam centenas de passagens na fronteira ucraniana, Kiev ameaça retaliação

Agricultores checos querem país fora do Pacto Ecológico Europeu