Última hora
This content is not available in your region

BioNTech anuncia expansão na Ásia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
BioNTech anuncia expansão na Ásia
Direitos de autor  Michael Probst/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A BioNTech colhe os frutos do sucesso e anuncia a expansão na Ásia.

A companhia alemã, que desenvolveu com a farmacêutica norte-americana Pfizer uma das mais populares vacinas contra a Covid-19, anunciou benefícios de 1128 milhões de euros no primeiro trimestre de 2021, tendo multiplicado por 74 a sua facturação, em comparação ao ano passado.

A empresa anunciou que vai estabelecer em Singapura a sua nova sede na Ásia, com uma fábrica que poderá produzir vacinas a partir de 2023, ao mesmo tempo que expande a sua capacidade de produção atual.

Ugur Sahin, diretor-executivo da BioNTech:"É preciso deixar claro que começar a construir agora em Singapura não ajudará, nos próximos 12 meses, em termos do abastecimento global, que só pode ser resolvido aumentando significativamente as atuais capacidades de produção. Foi o que fizémos e o que continuaremos a fazer nos próximos 12 meses."

A vacina da Pfizer BioNTech foi a primeira a ser aprovada no Ocidente e é distribuída atualmente em mais de 90 países em todo o mundo. Nos Estados Unidos, onde estava autorizada a partir dos 16 anos, foi anunciada esta terça-feira o alargamento aos adolescentes entre os 12 e os 15 anos, representando um aumento na procura de milhões de doses adicionais.

A BioNTech espera, até ao fim do ano, ter aumentado a capacidade de produção até três mil milhões de doses.