EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Ambiente de férias de regresso à Alemanha

Frankfurt
Frankfurt Direitos de autor Michael Probst/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Michael Probst/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um alívio para o turismo e gastronomia de Büsum após confinamento.

PUBLICIDADE

O tempo ainda está a aquecer, mas os turistas já foram aproveitar os ares do Mar do Norte. O ambiente de férias está de volta a Büsum na Alemanha - um alívio para o turismo e para a gastronomia.

Existe um plano de segurança, as máscaras continuam a ser obrigatórias e a rua principal está dividida em faixas. Está também em vigor uma estratégia rigorosa de testes. Os visitantes têm de apresentar dois testes com resultado negativo: um, não mais de 48 horas antes da chegada e um segundo durante o check-in para Büsum. São também necessários testes regulares durante toda a estadia.

Praticamente todas as 10 mil camas actualmente disponíveis estão reservadas esta semana. Aproximadamente 600 empresas reabriram as portas - incluindo hotéis; bares e restaurantes; museus e parques de campismo.

No que diz respeito ao impacto da COVID-19 no turismo, a Alemanha não é excepção. As estadias em Março deste ano foram inferiores em mais de 72% em relação a Março de 2019. Mas projectos como este podem ser um sinal de coisas positivas para a indústria. No entanto, o Ministro da Saúde, Jens Spahn, avisou os estados alemães, para serem cautelosos no alívio das regras. Segundo ele, a precipitação pode deitar tudo o que foi alcançado a perder.
Kate Brady
Euronews
Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alemanha "preocupada" com resultados das eleições francesas apesar da derrota da extrema-direita

Euro 2024: Elefante Bubi prevê vitória da Alemanha contra a Dinamarca

Campeonato europeu não tira economia alemã da estagnação