EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Jovens estarão a infetar-se deliberadamente na Noruega

Jovens estarão a infetar-se deliberadamente na Noruega
Direitos de autor AFP
Direitos de autor AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Na região de Grenland, a 150 km de Oslo, há rumores de que os jovens compram infeções por Sars-Cov2, através da Snapchat, a preços entre 10 e 20 euros

PUBLICIDADE

Na região de Grenland, na Noruega, a 150 quilómetros de Oslo, diz-se que os jovens pagam o equivalente a entre 10 e 20 euros para serem deliberadamente infetados com o vírus que provoca a Covid-19.

A infeção pelo coronavírus é alegadamente comercializada através da aplicação para telemóveis Snapchat.

A autarca de Skien, Hedda Foss Five, espera que tudo não passe de rumores, porque, diz, "seria trágico" e manifesta esperança de que os jovens entendam que este é um vírus com o qual se pode ficar muito doente, lembrando os casos que já houve na região e em toda a Noruega.

A ser verdade, a motivação dos jovens pode estar no "Certificado Corona" que o governo pretende criar e que permite maior mobilidade às pessoas já vacinadas ou que já estiveram infetadas

Num dos municípios mais densamente povoados da região, a presidente da câmara pergunta se será correto esperar tanto tempo para vacinar os jovens, afirmando que as crianças e jovens se sacrificaram muito e que vão ser os últimos a poderem estar com amigos e terem atividades sociais e divertimentos, enquanto os mais idosos gozam de liberdade mais cedo.

Os jovens anseiam por liberdade nas férias. Os peritos têm avisado que o chamado "passaporte verde", como livre-trânsito para entrada em restaurantes ou para passar fronteiras, pode gerar cobiça e incentivar abusos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sondagens dão a vitória ao centro-esquerda na Noruega

Países preparam-se para a guerra? Noruega vai investir mais 52 mil milhões na Defesa até 2036

NATO inicia exercícios militares para proteger novo território nórdico