EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Eleições na Arménia foram "bem organizadas", garantem observadores

Eleições na Arménia foram "bem organizadas", garantem observadores
Direitos de autor Tigran Mehrabyan/PAN Photo
Direitos de autor Tigran Mehrabyan/PAN Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As eleições legislativas antecipadas reconduziram, este domingo, o primeiro-ministro Nikol Pashinyan à liderança do governo arménio.

PUBLICIDADE

Uma ampla maioria de votos numas legislativas antecipadas reconduziu, este domingo, o primeiro-ministro cessante, Nikol Pashinyan, à chefia do governo da Arménia.

O processo foi acompanhado por observadores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), que, já esta segunda-feira, consideraram as eleições "competitivas" e "bem organizadas, num curto espaço de tempo". 

A chefe da delegação da Assembleia Parlamentar da OSCE, Kari Henriksen, garantiu que "os eleitores dispuseram de um vasto leque de opções, e, de uma forma geral, os direitos e liberdades fundamentais foram respeitados, permitindo aos candidatos fazer campanha livremente", denunciando, no entanto, "uma intensa polarização" e "uma retórica cada vez mais inflamatória entre os principais candidatos"

O resultado eleitoral foi, no entanto contestado pelo líder do principal partido da oposição. À frente do Aliança Arménia, Robert Kocharyan, somou apenas 21% dos votos e acusa o partido vencedor de fraude e falsificação.

A maioria de 53,9% dispensa o Contrato Civil de Pashinyan de fazer contas para formar governo, Uma vitória retumbante, depois de, em novembro, o primeiro-ministro ter sido responsabilizado pela derrota militar frente ao Azerbaijão em Nagorno-Karabakh.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Violência no parlamento da Arménia

Eleições arménias na sombra da guerra

Refugiados sofrem longe casa em Nagorno-Karabakh