This content is not available in your region

Primeiro-ministro sueco derrubado no Parlamento

Access to the comments Comentários
De  euronews  com Lusa
euronews_icons_loading
Primeiro-ministro sueco derrubado no Parlamento
Direitos de autor  Evan Vucci/Copyright 2018 The Associated Press. All rights reserved.

O social-democrata Stefan Lofven tornou-se o primeiro chefe de Governo sueco a ser derrubado por uma moção de censura.

181 deputados votaram a favor, 109 contra e 51 abstiveram-se. Esta votação resulta do facto de o Partido da Esquerda ter retirado, na semana passada, o apoio pontual ao Governo.

Lofven tem agora uma semana para anunciar eleições antecipadas em pleno período estival ou demitir-se definitivamente.

"Vamos conversar com os nossos parceiros de coligação: Vamos considerar diferentes cenários para ver como podemos seguir em frente, mas independentemente do que aconteça, eu e meu partido estaremos disponíveis para assumir a responsabilidade de liderar o país. O meu foco sempre foi e será fazer o melhor pela Suécia ", afirmou Lofven.

O Partido da Esquerda tinha exigido a retirada de um projeto para reformar a lei das rendas, para continuar a apoiar o Governo formado por uma coligação entre os sociais-democratas e o Partido Verde.

Para derrubar o governo, os votos do ex-partido comunista juntaram-se aos da extrema-direita dos Democratas da Suécia, assim como aos da direita do partido conservador dos Moderados e dos Democratas-Cristãos.