Hackers da REvil desligados da dark web

Cibersegurança
Cibersegurança Direitos de autor Jenny Kane/AP
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O website e blog associados a hackers, do grupo REvil, ligados à Rússia e acusado de ataques informáticos, estão desligados.

PUBLICIDADE

Um website e um blog associados a um grupo de hackers, o REvil, ligado à Rússia - e que se pensa estar por trás dos últimos ataques a sistemas informáticos, com pedidos de resgate, de várias empresas pelo mundo - deixou de estar acessível na dark web.

A especulação cresce porque o desaparecimento dos sites surge no meio de uma pressão crescente entre EUA e a Rússia sobre o crime cibernético. Há quem acredite que os atacantes foram atacados por alguém ou, mais provavelmente, por algum organismo.

Recentemente, o presidente dos EUA, Joe Biden, tinha afirmado que fazia sentido que o seu país atacasse servidores informáticos utilizados por este tipo de grupos.

Os EUA foram um dos países onde várias empresas foram alvo de sequestro dos seus sistemas informáticos, nos últimos meses. Uma delas, a empresa produtora de carne JBS, pagou cerca de nove milhões de euros, após um ciberataque que levou ao encerramento de todas as suas fábricas no país, para desbloquear a situação.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cadeia de supermercados sueca continua fechada após ciberataque

Como é que o ciberbullying pode ser regulamentado?

288 detidos e milhões de euros aprendidos em operação da Europol contra tráfico de droga na dark web