Última hora
This content is not available in your region

Berlim celebra orgulho LGBT+ em parada anual

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Berlim celebra orgulho LGBT+ em parada anual
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

O orgulho LGBT+ voltou a encher de cor e festa a cidade de Berlim, este sábado, com dezenas de milhares de pessoas a celebrar o "Christopher Street Day", o dia que tomou o nome da rua nova-iorquina onde, em 1969, ocorreu a primeira grande manifestação da comunidade contra a violência policial de que era alvo para assinalar no calendário a marcha anual contra o preconceito e a descriminação,.

Após ano e meio de pandemia, os participantes voltaram e com a consciência da situação dos direitos LGTB+ em outros países, como a Polónia, ou a Hungria, onde Viktor Orbán tem agravado medidas contra a comunidade, numa ameaça aos direitos fundamentais e dignidade da população.

Steven Green, um dos ativistas presentes, lembra que "o que acontece na Hungria, na Polónia, ou na Europa em geral também tem impacto na Alemanha, em França e em todos os outros países. A situação na Polónia, com as zonas livres de LGBT+, ou que está a acontecer agora na Hungria reforça todo o ódio contra" a comunidade. E nota-se "que tem impacto em França, no Reino Unido, em Espanha".

Em resposta à situação nos dois países, o senador da cultura de Berlim, Klaus Lederer, apelou a que a cidade se tornasse numa "zona de liberdade queer".