Última hora
This content is not available in your region

Heróis de ouro olímpico

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Heróis de ouro olímpico
Direitos de autor  Lee Jin-man/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A nadadora australiana Ariarne Titmus destronou a norte-americana Katie Ledecky e arrebatou a medalha de ouro nos 400 metros livres nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Titmus nadou os 400 metros em 3 minutos, 56 segundos e 69 centésimos, Ledecky foi 67 centésimos mais lenta, ficando-se pela medalha de prata. A chinesa Bingjie Li arrecadou a medalha de bronze.

Nos homens, a equipa da Grã-Bretanha, composta por Tom Dean, Duncan Scott, James Guy e Matthew Richards, conquistou o ouro nas estafetas dos 4x200 metros livres.

O quarteto britânico venceu em seis minutos 58,58 segundos, 3 segundos de 23 centésimos à frente do Comité Olímpico Russo.

A equipa da Austrália fechou o pódio.

O húngaro Kristof Milak teve razões para sorrir. Aos 21 anos, conquistou a medalha de ouro nos 200 metros mariposa, fazendo o percurso em 1 minuto, 51 segundos e 25 centésimos, um novo recorde olímpico

Das piscinas para a estrada, a holandesa Annemiek van Vleuten arrebatou a medalha de ouro na prova de contrarrelógio individual do ciclismo de estrada nas Olimpíadas de Tóquio. Fez 22,1 quilómetros em 30 minutos e 13 segundos.

A suíça Marlen Reusser ficou com a medalha de prata, e holandesa Anna van der Breggen, conquistou o bronze.

No masculino, o ciclista esloveno Primoz Roglic tornou-se no novo campeão olímpico no contrarrelógio. Fez os 44,2 quilómetros em 55 minutos e 4 segundos.

No remo, a dupla francesa Hugo Boucheron e Matthieu Androdias conquistou o ouro olímpico.

A formação gaulesa ficou à frente dos Países Baixos e da China que conquistaram a prata e o bronze, respetivamente.