Última hora
This content is not available in your region

Pianista Yuja Wang abraça Mozart

euronews_icons_loading
Pianista Yuja Wang abraça Mozart
Direitos de autor  euronews
De  Katharina Rabillon
Tamanho do texto Aa Aa

Inquieto, sombrio e dramático: o concerto de Piano de Mozart em D menor. Uma fascinante variedade de melodias, acompanhadas pelas ondas do Mar Báltico interpretadas pelo virtuosa pianista Yuja Wang no Festival de Música Riga Jurmala. Ouvimos o lado mais sombrio de Mozart nesta edição de Música.

Inquieto, sombrio e dramático: O concerto para piano de Mozart (Mozart Piano Concerto No. 20 in D Minor, K. 466) em D menor ressoa com as ondas do Mar Báltico e é interpretado por Yuja Wang.

Durante três minutos, ficamos apenas sentados. Porque há muita turbulência dos tutti (da orquestra) que escolhi, para entrar muito no interior, muito "dolce", muito cantante. Pode fazer isto de diferentes maneiras. Pode dizer a mesma frase, mas pode dizê-la de forma muito aberta e dramática, expressiva, ou pode dizê-la de forma muito íntima.
YUJA WANG
pianista

A pianista brilha no Festival de Música de Riga Jurmala sob a batuta de Sir John Eliot Gardiner.

Quer dizer, isto é ópera, na verdade. Estes concertos posteriores de Mozart estão tão impregnados de teatralidade e de contraste dramático entre o som muito, muito claro do piano, como uma prima donna, ela é uma espécie de soprano e depois a orquestra... que faz o efeito "big bang".
JOHN ELIOT GARDINER
MAESTRO
Gardiner desafiou-me a não usar o pedal porque me pareceria com o fortepiano. Posso usar o pedal para adicionar cor, mas este tenho mesmo de articular. É uma forma diferente de tocar e apenas cantar a partir do piano. (...) Foi escrito em 1785, a 10 de Fevereiro e foi realmente assustador quando descobri isso, porque é o meu aniversário, por isso esta peça nasceu no mesmo dia. Isto é um paraíso para mim. Isto é o que eu não tenho em Nova Iorque, e estou em Nova Iorque há 15 meses (...) De uma coisa estou certa... que todos nós repensámos o que estamos a fazer na vida durante a Covid-19. É uma forma de meditação para respirar no oceano de Prana - (energia universal). Faz-nos sentir gratos por estarmos neste planeta.
YUJA WANG
Pianista