EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Sem-abrigo têm de recorrer às ONG para poderem receber a vacina

Sem-abrigo têm de recorrer às ONG para poderem receber a vacina
Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  Ricardo Figueira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Na Rússia, as ONG são a tábua de salvação para os sem-abrigo indocumentados, impedidos de recorrer aos centros oficiais. Só em São Petersburgo, serão 60 mil.

PUBLICIDADE

Na Rússia, que enfrenta uma nova vaga da Covid-19, apesar da vacina, há milhares de pessoas numa situação particularmente vulnerável: Os sem-abrigo, muitos deles sem documentos, por isso mesmo impedidos de aceder às vacinas nos centros oficiais. As ONG, como a Notchlezhka ("abrigo noturno") , em São Petersburgo, tentam dar a volta à situação e estão a vacinar pessoas como Aleksandr, que deixa um conselho: "Toda a gente deve levar a vacina, por si e pelos outros, já que impede a contaminação".

São Petersburgo é uma das cidades mais afetadas pela Covid. As ONG estimam que vivam aqui 60 mil sem-abrigo, muitos deles sem documentos e impedidos de aceder aos cerca de 100 centros de vacinação espalhados pela cidade.

Natalya Shavlokhova, diretora da ONG, explica: "Infelizmente, continua a ser impossível ir a um centro e levar uma vacina para quem não tem documentos. Só é possível para quem recorre a estas instituições onde os sem-abrigo vivem".

A Rússia está a conhecer, desde o início do último mês, um ressurgimento na Covid-19, com números acima das 700 mortes diárias. O país está a vacinar a população com o produto local Sputnik V, mas as pessoas estão a aderir pouco. Segundo o centro de estatísticas Statista, apenas um quarto da população tem pelo menos uma dose da vacina.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tribunal russo ordena prisão da viúva de Alexei Navalny

Primeiro-ministro da Índia critica invasão russa à Ucrânia durante encontro com Putin

Descarrilamento de comboio no norte da Rússia faz três mortos e dezenas de feridos