Última hora
This content is not available in your region

Bombeiros gregos e europeus lado a lado no combate aos incêndios

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Bombeiros gregos e europeus lado a lado no combate aos incêndios
Direitos de autor  Πυροσβεστικό Σώμα Ρουμανίας
Tamanho do texto Aa Aa

Os incêndios ocorridos este ano na Grécia consumiram mais de 120 mil hectares de floresta e mata no país.

Para além dos bombeiros gregos os esforços contaram com o auxílio de brigadas estrangeiras que participaram neste esforço de combate às chamas.

Apesar de desesperados, muitos gregos reconhecem os esforços dos bombeiros gregos e estrangeiros que vieram ajudar a salvar vidas e casas.

"Quando chegamos aqui, os habitantes locais vieram ter connosco para nos agradecerem os esforços de combate ao fogo e até nos abraçaram. Quando ouvimos palavras em romeno como "Multumiri", isso significa obrigado, isso dá-nos muita motivação para continuarmos a lutar e a trabalhar com os bombeiros gregos", afirma o major Catalin Samsodan da Brigada de Bombeiros da Roménia.

O fogo na região de Attica acabou por ser dominado mas os bombeiros permanecem na região a fim de detetarem novos focos de incêndios.

"Cada unidade é responsável por um setor. Seja combater chamas, fazer o rescaldo ou manter a vigilância, nós cooperamos e estamos no terreno com eles", acrescenta o major Vasileios Bikas, da Brigada de Bombeiros da Grécia.

Os incêndios que atingiram a Grécia este ano não têm precedente. No entanto, a resposta europeia foi forte e fez a diferença como adianta o repórter da euronews, Michalis Arampatzoglou:

"O mecanismo europeu de proteção civil mobilizou mais de um milhar de bombeiros provenientes de 11 estados-membros, 236 veículos, nove aviões de combate a incêndios assim como helicópteros. Trata-se da maior resposta deste tipo a nível europeu jamais realizada".