Última hora
This content is not available in your region

Ajuda internacional chega à Grécia para combater as chamas

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Ajuda internacional chega à Grécia para combater as chamas
Direitos de autor  LOUISA GOULIAMAKI/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

Terceiro dia consecutivo da luta para apagar os incêndios na Grécia. O país tem estado a lutar contra fogos florestais em várias zonas, queimando casas e matando animais. Desapareceram milhares de hectares de floresta. O incêndio em Ática que deflagrou há três dias do subúrbio noroeste de Varybombi, continua fora de controlo e milhares de pessoas tiveram de fugir das suas casas, porque muitas propriedades da região arderam durante a noite.

Segundo as primeiras estimativas, as chamas no norte de Atenas conseguiram passar através da Estrada Nacional em três pontos diferentes. Ventos fortes que atingem a força de 6 na escala de beaufort estão a alimentar o incêndio e tornam a tarefa dos bombeiros muito difícil devido aos constantes e contínuos ressurgimentos do fogo.
Fay Doulgeri
Euronews

Entretanto, um homem morreu devido à queda de uma torre de eletricidade, perto de Atenas, onde os serviços de emergência têm estado a combater graves incêndios florestais. Pelo menos nove pessoas receberam tratamento hospitalar. O chefe regional adjunto de Ática, Nikos Peppas, diz que os maiores desafios são os ventos fortes e as pessoas que não podem abandonar as suas propriedades.

Havia 56 frentes ativas em toda a Grécia na sexta-feira, as mais críticas na ilha de Eubeia, perto da capital, onde centenas de pessoas tiveram de ser deslocadas de barco, enquanto as chamas lavravam até à costa e até Lakonia no Peloponeso, no Sul do país. Os bombeiros de França, Suíça, Suécia, Chipre e Roménia, juntaram-se ao combate para ajudar a Grécia.