Última hora
This content is not available in your region

Celebração da liberdade no Festival Animasyros

euronews_icons_loading
Celebração da liberdade no Festival Animasyros
Direitos de autor  "Affairs of the Art" - Joanna Quinn
De  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

É um dos eventos culturais mais importantes da Grécia, um ponto de encontro para todos os amantes dos filmes de animação. A ilha de Syros recebeu a 14ª edição do Festival Internacional Animasyros.

Com mais de 180 filmes estavam no programa, o evento também foi visto pelo público em casa: mais de 23 mil pessoas participaram online. Este ano, o festival centrou-se no tema da liberdade, em homenagem ao bicentenário da revolução grega.

O presidente do festival, Vassilis Karamitsanis, disse ter ficado "particularmente impressionado como as pessoas querem ver um regresso após a pandemia, a acontecer em todas as áreas da cultura, incluindo a animação. E que vai guardar para sempre a homenagem à "Liberdade", que está associada à celebração do 200º aniversário da proclamação da Revolução Grega". Disse ainda ter sido "uma escolha estratégica e foi confirmada pela aceitação do público".

A realizadora britânica Joanna Quinn ganhou o prémio da secção internacional com o filme «Affairs of the Art». o seu quarto filme sobre Beryl, uma heroína da classe trabalhadora com paixão pela arte que tem de lidar com uma família excêntrica. A realizadora falou-nos da sua paixão pela animação dizendo ter ficado "obcecada ao ver a animação, poder dar vida aos seus desenhos e dar-lhes carácter e movimento". Diz que tem a ver, provavelmente, "com estar no controlo e no poder, porque se pode criar vida. E as pessoas reagem. Que é, provavelmente, uma combinação de cinema e desenho e arte e ser-se Deus".

Syros acolheu o Festival Internacional de Animação pelo 14º ano consecutivo. O evento é um ponto de referência não só para a comunidade de animação nacional mas também para a comunidade de animação internacional. Este ano, este incrível festival provou novamente a sua extroversão, o seu vigor e resiliência.
Yorgos Mitropoulos
Euronews