Última hora
This content is not available in your region

Hungria continua à espera de fundos de recuperação pós-pandemia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Hungria continua à espera de fundos de recuperação pós-pandemia
Direitos de autor  Afptv
Tamanho do texto Aa Aa

O dia 30 de setembro era a data limite em que a Comissão Europeia contava ter concluída a avaliação do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) da Hungria.

No entanto, Budapeste terá de continuar à espera, pela segunda vez, e continuará sem ter acesso a 7 mil milhões de euros de ajuda europeia para a recuperação pós-pandemia.

O braço-de-ferro entre Bruxelas e o governo húngaro persiste por causa de retrocessos democráticos e abusos em matéria de Estado de Direito.

A Comissão Europeia insiste que é preciso mostrar mais empenho no combate à corrupção e em outros domínios.

"O nosso compromisso com as autoridades húngaras neste processo mantém-se e estamos a trabalhar para concluir a nossa avaliação o mais rápido possível", sublinhou Veerle Nuyts, porta-voz da Comissão Europeia.

Continua, no entanto, por conhecer um novo prazo para a "luz verde."

A Hungria entregou o PRR em maio. O montante original caiu para sete mil milhões de euros por desentendimentos com Bruxelas.

O executivo de Viktor Orbán alegou retaliação por causa da legislação anti-comunidade LGBTQI, mas Bruxelas rejeita as acusações.

Por causa dos atrasos, a Hungria viu-se obrigada a recolher mais de 4 mil milhões de euros nos mercados internacionais com uma emissão de obrigações.