Derrame de petróleo na Califórnia encerra praias

Derrame de petróleo na Califórnia encerra praias
Direitos de autor Ringo H.W. Chiu/Copyright 2021 Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Equipas de limpeza estão a tentar mitigar impacto resultante de uma fuga num oleoduto em alto mar.

PUBLICIDADE

Por terra e por mair, são várias as equipas que tentam, em contra-relógio, limitar o impacto ambiental do derrame de mais meio milhão de litros (572,807 litros) de crude na Califórnia, já considerado um dos maiores na história recente do estado norte-americano. 

O desastre ambiental surge na sequência de uma fuga num oleoduto em alto mar, que este fim de semana lançou o equivalente a três mil barris de crude nas águas do Condado de Orange.

As operações em três plataformas petrolíferas da empresa Amplify Energy foram entretanto encerradas. De acordo com o diretor-executivo da companhia, Martyn Willsher, o oleoduto onde ocorreu a fuga encontra-se a cerca de 30 metros abaixo da superfície e já foi aspirado, para que não verta mais crude ao longo da investigação no local.

Conhecida como "cidade do surf", Huntington Beach é uma das localidades mais afetadas pelas manchas negras que vagueiam nas águas californianas, mas outras comunidades nas redondezas serão provavelmente atingidas pela maré negra. 

As praias locais e as atividades marítimas estão interditas, podendo assim permanecer durante as próximas semanas. Pássaros e peixes da fauna local apareceram já mortos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Derrame de petróleo na Califórnia sob investigação

Maré negra ameaça Córsega

Derrame de petróleo no Ártico foi contido