Última hora
This content is not available in your region

Tribunal do Vaticano absolve antigo acólito acusado de abuso sexual

Access to the comments Comentários
De  Euronews com AFP, AP
euronews_icons_loading
Tribunal do Vaticano absolve antigo acólito acusado de abuso sexual
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Tribunal Penal do Vaticanoabsolveu um antigo acólito das acusações de ter abusado sexualmentede um jovem no seminário do Vaticano. O painel de três juízes absolveu o padre Gabriele Martinelli de algumas das acusações, decidiu que outras não podiam resultar em punição e que algumas tinham ocorrido há demasiado tempo.

O antigo reitor do seminário, Enrico Radice, foi também absolvido. Na sua declaração final o tribunal afirmou ter confirmado que houve uma relação sexual entre Martinelli, entretanto ordenado sacerdote, e a alegada vítima mas nenhuma prova de que esta, que era apenas sete meses mais nova, tivesse sido forçada.

Este foi o primeiro processo por abuso sexual a ser julgado pelo Tribunal Penal do Vaticano.

A correspondente da euronews em Itália, Giorgia Orlandi, explicava que "este veredicto deita por terra todas as afirmações da acusação e embora seja cedo para dizer se haverá recurso, o que é certo é que esta sentença decorre de um processo, verdadeiramente, histórico e que marca um momento muito importante para o Vaticano e para a justiça relativamente ao Vaticano que teve de enfrentar, pela primeira vez, casos sobre esta matéria".