EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

É preciso "romper o silêncio" das vítimas no seio da Igreja em Portugal

É preciso "romper o silêncio" das vítimas no seio da Igreja em Portugal
Direitos de autor Francois Mori/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Francois Mori/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Comissão que investiga abusos da igreja em Portugal pede coragem a quem sofreu abusos

PUBLICIDADE

O coordenador da comissão que vai investigar os abusos sexuais na Igreja em Portugal pediu esta quinta-feira às vítimas para contarem a sua experiência e denunciarem os casos.

Pedro Strecht lembrou a importância da denúncia mesmo que o abuso tenha acontecido há várias décadas, disse que é muito importante ultrapassar o medo e prometeu anonimato.

"Apelamos a todos aqueles que possam ter sido vítimas destes crimes a ousarem falar, a apresentarem-se finalmente e sem medo sobre o que lhes aconteceu", disse Strecht durante uma conferência de imprensa, acrescentando que o comité não foi criado para iniciar investigações criminais.

O Bispo José Ornelas, chefe da Conferência Episcopal Portuguesa, espera que a comissão trabalhe "sem preconceitos ou encobrimentos" para "iluminar estas situações dolorosas com a luz da justiça e da verdade".

O comité, que apresentará um relatório à Conferência Episcopal, reúne 21 grupos locais de todo o país e é composto em grande parte por leigos, incluindo advogados, psicólogos e psiquiatras. Foi criado na sequência do apelo do Papa Francisco, em 2019, para que a Igreja Católica enfrente as alegações de abuso.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bispos franceses compensam vítimas de abuso sexual

Tribunal do Vaticano absolve antigo acólito acusado de abuso sexual

Abuso sexual na diocese de Colónia