Última hora
This content is not available in your region

Angola cobra "taxa sanitária"

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira com AFP
euronews_icons_loading
Luanda, Angola
Luanda, Angola   -   Direitos de autor  Euronews/AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Os testes rápidos, obrigatórios desde janeiro à chegada a Angola, e até aqui gratuitos passam a ser pagos. Um decreto governamental define o custo de 31.850 kwanzas, o equivalente a 46 euros, para um teste a ser realizado no aeroporto internacional 4 de fevereiro, em Luanda. Pagos mas não no momento em que a pessoa é testada. O valor será cobrado no ato da compra do bilhete de avião através de uma "taxa sanitária" que a companhia aérea entrega depois ao Estado angolano.