This content is not available in your region

Grand Slam de Bacu, primeiro dia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Grand Slam de Bacu, primeiro dia
Direitos de autor  (c) Di Feliciantonio Emanuele

O judo está de regresso ao Azerbaijão, com a edição de 2021 do Grand Slam de Bacu.

A primeira medalha de ouro do torneio foi para Rina Tatsukawa, do Japão, na categoria de -48kg, em femininos. Recebeu o troféu das mãos do presidente da Federação Internacional de Judo, Marius Vizer.

Orkhan Safarov deu ao público da casa uma primeira medalha de ouro para o país anfitrião. Um o-soto-gari contra o moldavo Denis Vieru garantiu-lhe uma vitória por ippon e o título de homem do dia.

Rashad Nabiyev, Presidente da Federação de Judo do Azerbaijão, entregou a medalha.

"O judo é muito popular no Azerbaijão e torneios como este, o Grand Slam de Bacu, são muito importantes para inspirar as gerações jovens", disse o judoca azeri.

A mulher do dia foi Reka Pupp, da Hungria, que conseguiu derrotar a britânica Chelsie Giles, medalha de bronze nos jogos olímpicos de Tóquio, na categoria de menos de 72 quilos. A medalha foi entregue pelo presidente da Federação de Judo da Rússia, Vasily Anisimov.

"Disse a mim mesma que sou boa, que sou forte. Estou muito contente com esta medalha, finalmente ganhei um Grand Slam. É a minha primeira medalha de ouro de sempre. Estou muito contente", disse Pupp.

Na final da categoria de menos de 60 quilos em masculinos, Amiran Papinashvili, da Geórgia, conseguiu também a primeira medalha de ouro da carreira num torneio do Grand Slam, ao vencer por waza-ari o russo Albert Oguzov. Medalha entregue pelo presidente vitalício da Federação Internacional de Hóquei, Rene Fasel.

Nos femininos, na categoria de menos de 57 quilos, a japonesa Momo Tamaoki derrotou a judoca da casa Ichinkhorloo Munkhtsedev. A medalha foi entregue pelo vice-presidente do Comité Olímpico do Azerbaijão, Chingiz Huseynzade.

O primeiro dia deste torneio deu para ver como os judocas da casa estão em grande forma, em especial os mais jovens, deixando adivinhar que o Azerbaijão vai continuar a dar cartas no judo ao longo dos próximos anos e deixando o público com uma grande expectativa para os restantes dois dias do torneio.