This content is not available in your region

Categorias "de peso" fecham o Grand Slam de Bacu

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Categorias "de peso" fecham o Grand Slam de Bacu
Direitos de autor  IJF (Videostandbild)

O Grand Slam de Bacu está encerrado, com algumas das medalhas mais importantes atribuídas neste terceiro e último dia.

Kosuke Mashiyama, do Japão, venceu na categoria de -90 kg, em masculinos. A medalha foi-lhe entregue pelo conhecido cantor italiano Albano Carrisi, embaixador da Federação Internacional de Judo (FIJ).

O homem do dia foi o russo Niiaz Bilalov, vencedor nos -100 kg contra o canadiano Shady El Nahas. Um o-soto-gari garantiu-lhe o ponto de ouro que deu a medalha, entregue pelo vice-presidente da FIJ, Serguei Soloveychik.

"Estou contente por ter vencido El Nahas, sobretudo com aquela técnica. Não tinha preparado este ataque específico, mas estou contente que tenha funcionado", disse o judoca russo.

Dupla alemã em grande

Nesta última jornada não houve uma, mas duas mulheres do dia: Luise Malzahn e Renee Lucht, ambas da Alemanha.

Lucht derrotou Adiyasuren Amarsaikhan, da Mongólia, por ippon, na categoria de +78 kg. Foi a primeira medalha de ouro na carreira, num torneio do Grand Slam, entregue pela diretora de eventos da FIJ, Lisa Allan.

Luise Malzahn chegou em grande forma à final dos -78 kg e pôs fim à especulação de que iria deixar a competição depois dos Jogos Olímpicos. Derrotou a israelita Inbar Lanir por ippon e mostrou que está disposta a lutar pelo ouro nos principais eventos do judo mundial. Vlad Marinescu, diretor-geral da FIJ, entregou as medalhas.

"É muito especial, estou muito contente pela medalha de ouro porque, em Berlim, treinamos juntas e somos vizinhas. Estou muito contente por termos demonstrado que podemos ganhar a medalha de ouro", disse Malzahn a respeito desta dupla vitória alemã.

Filho de peixe...

Na categoria de +100 kg, em masculinos, Tatsuru Saito, do Japão, triunfou pela primeira vez num torneio do Grand Slam, ao derrotar por Ippon Temur Rakhimov, do Tadjiquistão. Aos 19 anos, Saito segue as pisadas do pai, duas vezes campeão olímpico.

Neste último dia, os judocas da casa estiveram também em destaque. Medalha de prata nos mundiais, Ushangi Kokauri conquistou aqui uma medalha de bronze para o Azerbaijão, também na categoria de +100 kg. Fechou assim com chave de ouro três dias de desporto e emoção.