This content is not available in your region

O novo partido de que todos falam na Bulgária

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
O novo partido de que todos falam na Bulgária
Direitos de autor  Valentina Petrova/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.

Continuamos a mudança é o nome do novo partido político de que todos falam na Bugária. 

A formação é liderada por Kiril Petkov e Assen Vassilev, dois ministros do governo interino. Enquanto fazia campanha contra a corrupção, Petkov enfrentou problemas legais, nomeadamente, o facto de ter dupla cidadania canadiana e búlgara. Legalmente, não podia ter sido nomeado ministro. Entretanto o tribunal anulou o seu mandato de ministro.

"Foi uma questão importante durante a campanha. Os responsáveis das relações públicas do partido desistiram da minha primeira entrevista com Kiril Petkov, à última hora, porque não queriam que fossem colocadas perguntas sobre a decisão do Tribunal Constitucional", afirmou Damian Vodenitcharov, jornalista da euronews.

"Golpe mediático da oposição"

A euronews conseguiu falar com Kiril Petkov num dos últimos eventos de campanha num parque de estacionamento de um centro comercial da capital. Petkov lamenta que o debate se tenha centrado na questão da renúncia à cidadania canadiana.

"Foi um golpe mediático da oposição. A Constituição não diz de forma precisa quando é que é necessário renunciar à cidadania. Não há leis que regem a cidadania! Renunciei à minha cidadania canadiana a 21 de abril, semanas antes de ser nomeado ministro. A interpretação do tribunal data de meses depois", disse à euronews Kiril Petkov, líder do Partido Continuamos a Mudança.

Sondagens favoráveis ao novo partido

Segundo o Tribunal Constitucional, todos os decretos e decisões de Petkov como ministro passaram a ser nulos, é como se ele nunca tivesse sido nomeado. Segundo o próprio, a polémica joga a seu favor

"Os búlgaros testemunharam esses ataques e toda a oposição contra mim e contra o nosso movimento. Isso prova que estamos mesmo a lutar contra os interesses privados dentro do governo, não são só palavras", sublinhou Kiril Petkov.

segundo as sondagens, o movimento continuamos a mudança pode tornar-se num dos maiores partidos do parlamento búlgaro capaz de formar governo.