This content is not available in your region

Recuperação económica "perdeu ímpeto e está mais desequilibrada"

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com AFP
euronews_icons_loading
Recuperação económica "perdeu ímpeto e está mais desequilibrada"
Direitos de autor  AP Photo

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) considera que a recuperação da pandemia “continua a progredir” mas “perdeu ímpeto” e está a ficar “cada vez mais desequilibrada”. Os riscos são maiores nos países de baixos rendimentos, onde as taxas de vacinação são baixas. Segundo a OCDE, a prioridade é produzir e distribuir vacinas contra a covid- 19 o mais rapidamente possível em todo o mundo.

As previsões de crescimento global da organização foram revistas ligeiramente em baixa para 5,6%, numa estimativa que ainda não tem em conta os últimos desenvolvimentos com a descoberta da variante Omicron.

"Preocupa-nos que a nova variante (...) acrescente mais incerteza à incerteza já existente, que poderia constituir uma ameaça à recuperação económica", disse Laurence Boone, o economista-chefe da organização internacional, numa conferência de imprensa. "Seria um grande erro pensar que o trabalho está quase feito (...) A notícia sobre a variante Omicron é provavelmente um lembrete deste fracasso imprudente", disse o economista-chefe.

Segundo os analistas da Oxford Economics, esta variante poderia custar um crescimento global entre 0,25 pontos percentuais no próximo ano, se se revelar relativamente benigna, e mais de 2 pontos percentuais, se uma grande parte da população mundial for novamente confinada.