This content is not available in your region

Manifestações em massa na Áustria contra vacinação obrigatória

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Manifestações em massa na Áustria contra vacinação obrigatória
Direitos de autor  AP Photo

Mais de quarenta mil pessoas manifestaram-se em Viena contra a vacinação obrigatória contra a COVID-19 e o confinamento parcial para pessoas que recusam a imunização. É o terceiro fim de semana consecutivo de protestos em massacontra o que alguns apelidam como sendo "fascismo".

Foram organizados mais de 20 movimentos de protesto entre eles destaca-se a marcha organizada pelo Partido da Liberdade da Áustria - ultra-conservador. A regra vai entrar em vigor no próximo mês de fevereiro para todos os residentes no país com mais de 14 anos, exceto mulheres grávidas e outras exceções por motivos de saúde. A vacinação não pode ser imposta à força, mas os não vacinados podem enfrentar multas até 3.600 €.

Também neste sábado, um grupo protestou no centro de Madrid contra o que consideram uma máfia política, da saúde e da comunicação social, limitando os direitos dos cidadãos. Em Espanha, a partir da próxima quarta-feira, crianças entre os cinco e onze anos poderão ser vacinadas.