This content is not available in your region

Milhares contra regras anticovid

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com Lusa
euronews_icons_loading
Milhares contra regras anticovid
Direitos de autor  أ ف ب

Em Bruxelas, milhares de pessoas participaram este domingo num protesto contra as novas restrições para conter a pandemia.

Foi uma manifestação mais pacífica do que as anteriores. A polícia apenas teve de intervir para cercar um pequeno grupo que se aproximou da sede da União Europeia.

Enquanto marchava pela cidade, a multidão – 5 mil pessoas de acordo com a polícia - cantava "liberdade, liberdade!" e mostrava faixas denunciando aquilo a que chamavam uma "ditadura de vacinas". Consideram que a gestão da crise é “absurda". Dizem que é preciso tomar uma posição e que a questão não é a vacinação mas a liberdade de escolha e das pessoas. Pedem “uma gestão de crise que tenha a saúde como objetivo e não os interesses financeiros ou políticos”.

Áustria

Em Innsbruck, na Áustria, cerca de 6 mil pessoas protestaram contra as medidas anticovid e a vacinação obrigatória. Os manifestantes reuniram-se em frente ao parlamento da cidade, e entre eles estava o líder dos nacionalistas do “Partido da Liberdade da Áustria”.

Herbert Kickl disse que a manifestação foi “um Concerto de Ano Novo Tirolês da Liberdade” com uma mensagem clara. “As pessoas não vão desistir. Cada estupidez do governo corrupto fortalece a resistência”, afirmou Kickl.

Praga

Na capital da Chéquia, os manifestantes criticaram a eficácia das vacinas, da vacinação infantil, e o uso de máscaras.

O decreto sobre a vacinação obrigatória no país para pessoas com mais de 60 anos e grupos profissionais selecionados deverá entrar em vigor em Março.