This content is not available in your region

Macacos bugios da Costa Rica vivem numa selva de cabos de alta tensão

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Macacos bugios da Costa Rica vivem numa selva de cabos de alta tensão
Direitos de autor  Kent Gilbert/AP

É a nova selva em que vivem os macacos bugios da Costa Rica - uma selva de cabos de alta tensão. A expansão dos empreendimentos turísticos, agrícolas e complexos habitacionais ampliou a rede elétrica e levou à desflorestação. O que fez com que os macacos vivam agora num perigo constante.

Os macacos usam quatro patas e as caudas para se deslocarem e quando andam em cabos eléctricos, tocam nos dois polos - positivo e negativo - e são instantaneamente electrocutados.
Patricia Sterman
co-fundadora da organização ambiental Salve Monos, Playa Tamarindo

Segundo a ONG costa-riquenha Salve Monos, aproximadamente 80% dos macacos que são electrocutados morrem. Os restantes ficam frequentemente feridos, órfãos ou amputados em centros de acolhimento. Por vezes, morrem famílias inteiras.

A família, que se move em conjunto, quer automaticamente ir defender e nessa tentativa de defesa, muitas vezes dois, três ou quatro macacos são electrocutados ao mesmo tempo.
Patricia Sterman
co-fundadora da organização ambiental Salve Monos, Playa Tamarindo

A organização ambiental receia que o macaco uivador desapareça. E apela a medidas urgentes como a construção de passadiços, a reflorestação e uma maior proteção dos cabos elétricos.

Neste momento, o macaco uivador já é considerado como "vulnerável" entre as espécies ameaçadas de extinção na lista da União Internacional para a Conservação da Natureza.