This content is not available in your region

Jovem aviadora regressa a casa esperando ter batido dois recordes

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com AP
euronews_icons_loading
A jovem Zara Rutherford aterra no aeródromo de Benesov na República Checa
A jovem Zara Rutherford aterra no aeródromo de Benesov na República Checa   -   Direitos de autor  RIHOVA MICHAELA/AP

Na segunda-feira, Zara Rutherford espera ter batido dois recordes do Guinness. Partiu da Bélgica há seis meses e pretende tornar-se na mais jovem mulher a fazer, em solitário, num avião ultraleve Shark de alta performance uma viagem de circum-navegação pelo globo.

A jovem, filha de mãe belga e pai britânico, transporta no sangue o amor pela aviação. A mãe,Beatrice De Smet, contava que o seu avô, o seu pai, ela própria, aprenderam a voar por auto-recreação e que, por isso, a  Zara é a "quarta piloto da família".

Já o pai, Sam Rutherford, acrescentava à história o facto da sua bisavó ter sido "a primeira mulher a obter uma licença de voo na África do Sul, o que é uma coisa importante", dizia. Já a sua avó fez parte da Força Aérea Auxiliar Feminina. Ela esteve presente quando os comandantes da Força Aérea Real tomavam decisões de alto nível sobre a defesa da Grã-Bretanha durante a Segunda Guerra Mundial. "E__la tinha autorização em matérias de segurança ultrassecretas", acrescentava.

Já Zara conseguiu evitar os devastadores incêndios da Califórnia, resistiu às temperaturas gélidas da Sibéria e contornou o espaço aéreo norte-coreano. 

Uma demonstração de resiliência e capacidade de adaptação quando as circunstâncias a obrigavam a alterar as rotas planeadas ou a permanecer em lugares inesperados. A sua mãe dizia que estão _"_extremamente orgulhosos mas não só pelo que ela fez. Em cada fase estávamos conscientes de que era uma tentativa e que, por qualquer razão, poderia não ter sucesso", explicava.

Agora é o momento do regresso a casa, mas o pai de Zara diz que _"_não por muito tempo" esclarecia que a filha pretende "estudar nos EUA. Ela tem a aspiração de, eventualmente, ser astronauta". Acrescentava que é preciso ganhar asas, ousar fazê-lo, rematava dizendo que foi isso que fizeram, dar-lhe asas.

A jovem, que completou o seu primeiro voo a solo aos 14 anos, foi recebida com entusiasmo em todas as suas paragens em todo o mundo e espera terminar esta grande empresa esta segunda-feira.