This content is not available in your region

EUA reforçam apoio à Ucrânia e ameaçam Rússia com gasoduto Nord Stream 2

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
EUA reforçam apoio à Ucrânia e ameaçam Rússia com gasoduto Nord Stream 2
Direitos de autor  Susan Walsh/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.

Os EUA reforçaram o apoio à Ucrânia com uma chamada telefónica entre os dois chefes de Estado. Zelensky e Joe Biden discutiram, à distância, a posição da Rússia na fronteira. Em comunicado, a Casa Branca explicou os detalhes da conversa.

Desde o aumento do apoio financeiro à Ucrânia a mais sanções: Neste caso com o gasoduto Nord Stream 2 que liga Alemanha à Rússia.

Os EUA dizem que se a Rússia avançar, o gasoduto "não entra em funcionamento". 

A garantia é deixada por Victoria Nuland, numa conferência. A Subsecretária de Estado para Assuntos Políticos dos EUA diz que o governo norte-americano está em conversação com os "aliados alemães" e que se "a Rússia invadir a Ucrânia, de uma forma ou de outra, o Nord Stream 2 não entra em funcionamento.", afirmou Victoria Nuland. 

A Ministra dos Negócios Estrangeiros da Alemanha nunca esteve a favor da construção do gasoduto Nord Stream 2 mas o governo alemão ainda não confirmou a ameaça partilhada pelos EUA.

A questão é sensível e extremamente polémica e pode trazer tensões à coligação alemã. O chanceler Olaf Scholz e Biden reunem em fevereiro.

Entretanto, na fronteira com a Ucrânia, a presença militar da Rússia está cada vez mais forte. Mas o governo em Kiev insiste que a ameaça de invasão não é maior do que a no ano anterior.