This content is not available in your region

Russos e ucranianos com nova ronda negocial na agenda

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Kiev
Kiev   -   Direitos de autor  ARIS MESSINIS/AFP or licensors

A Rússia continua a visar cidades ucranianas e o balanço humano da guerra é cada vez mais pesado, mas esta quinta-feira deverá ter lugar uma segunda ronda de negociações e, segundo Moscovo, um "cessar-fogo" fará parte da agenda.

A informação foi avançada pelo chefe da delegação russa, Vladimir Medinski, que informou que as discussões terão lugar numa localidade polaca, perto da fronteira com a Bielorrússia. Do lado ucraniano, o presidente confirmou que a delegação está a caminho de um novo encontro.

Se a ONU contabiliza oficialmente 136 civis mortos desde o início da invasão, os Serviços de Emergência ucranianos dizem que o número de civis mortos em ataques russos ultrapassa já os dois mil.

Moscovo revelou, por seu lado, o primeiro balanço de soldados russos mortos na ofensiva, 498, contabilizando ainda perto de 1600 feridos.

Com pouca esperança na diplomacia, Kiev prepara-se para o pior. De acordo com testemunhos no local, um míssil russo terá atingido uma das principais condutas de aquecimento da capital.

Cada vez mais ucranianos tentam fugir da guerra, viajando essencialmente para oeste, para outros países europeus. Segundo as Nações Unidas, o número de refugiados é já de perto de 900.000 e poderá em breve ultrapassar o milhão.