This content is not available in your region

Estudantes ucranianos voltam à escola

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Estudantes ucranianos voltam à escola
Direitos de autor  Bernat Armangue/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved

Centenas de milhares de estudantes ucranianos fugiram das zonas de guerra e a sua educação está em risco.

 Mas, em Lviv, junto à fronteira com a Polónia, algumas crianças deslocadas puderam voltar às aulas, com novos colegas e professores. 

Pasha é um dos novos alunos e questionado sobre se gostaria de regressar a Kharkiv, a sua resposta é clara:

"Na verdade, não. Porque é pouco provável que a nossa casa ainda lá esteja. Não queremos voltar, o meu pai e a minha mãe querem ficar aqui. E eu também prefiro ficar aqui, apesar de Kharkiv ser um local muito bonito."

Muitos estudantes estão conscientes dos efeitos da guerra na sua educação, como Anna, que fugiu de Kiev:

"Não posso preparar-me para a universidade da mesma forma que fazia há um mês. Atualmente, é difícil concentrar-me na escola."

Do outro lado da fronteira, a Polónia acolhe perto de dois milhões de refugiados, cerca de dois terços dos ucranianos deslocados pelo conflito. 

Na localidade fronteiriça de Przemysl, alguns dos que integraram escolas polacas preferem ficar no anonimato:

"Acredito que encontrarei alguém com quem ficar aqui, com a permissão dos meus guardiões legais na Ucrânia, e que poderei continuar a minha educação aqui."

Uma escola de Przemysl serve provisoriamente de residência para 61 refugiados ucranianos e instalou mesmo uma creche para os mais novos, oferendo ainda alimentação aos que aí residem.