euronews_icons_loading
As estações do metro passaram a ser o refúgio de centenas de habitantes de Kharkiv

Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia, tem sido fustigada por bombardeamentos dia e noite desde que as forças russas tentaram apoderar-se dela, no início da invasão do país (24 de fevereiro). Os fortes combates transformaram a cidade de 1,5 milhões de habitantes num emaranhado de lojas e blocos de apartamentos em ruínas, forçando aqueles que ficaram a viverem no subsolo, abrigando-se nas estações de metro.