This content is not available in your region

Força de Reação Rápida da NATO treina na Roménia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Treino militar da NATO, na Roménia
Treino militar da NATO, na Roménia   -   Direitos de autor  Adelin Petrișor

Vários carros blindados e dezenas de soldados franceses invadiram posições inimigas, mas não foi uma verdadeira missão, foi apenas um exercício com munições reais da Força de Reação da NATO, numa das maiores áreas de treino da Roménia.

"Eles treinaram com todas as suas armas. Tivemos disparos de morteiros, mísseis antitanque, espingardas, metralhadoras e atiradores de elite", explicou Adrien, coronel do exército francês, ao repórter da Euronews, Adelin Petrisor, que assistiu aos treinos.

Cerca de 150 tropas francesas estão atualmente estacionadas no campo de treino de Cincu. Chegaram à Roménia no final de fevereiro e ficaram inicialmente estacionadas na base aérea de Mihail Kogalniceanu, perto do Mar Negro.

Um sodado francês afirma: "Muitos países estão a vir aqui para treinar juntos para que possamos interagir com o exército polaco, o exército romeno e o exército americano, claro".

Outro esclarece: "Com os romenos partilhamos algumas armas para treino de tiro. Eles também experimentam a nossa arma de assalto, pelo que é realmente bom ter a possibilidade de treinar com outras nações".

O exército francês terá permanentemente centenas de soldados estacionados na Roménia. Portugal enviou 222. Paris assume aqui o grupo de batalha permanente da NATO.

Adelin Petrișor reporta: Apenas alguns dias depois de a Rússia ter invadido a Ucrânia, a NATO enviou a Força de Reação para a Roménia. Neste momento, temos aqui mais de 500 tropas francesas e cerca de 300 soldados belgas".