Mais de 50 tartarugas cativas voltaram à natureza em Modena

Tartarugas "Testudo Hermanni" recuperadas por agentes da CITES
Tartarugas "Testudo Hermanni" recuperadas por agentes da CITES Direitos de autor Carabinieri CITES
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

50 tartarugas "Testudo Hermanni" que estavam em cativeiro, foram devolvidas à natureza, num centro de proteção da espécie em Modena, na Itália

PUBLICIDADE

Mais de cinquenta tartarugas Testudo Hermanni foram entregues ao centro de recuperação de vida selvagem Il Pettirosso, em Modena, pelos guardas florestais do CITES de Veneza.

Os espécimes, encontrados numa pequena vila, tinham perdido a proprietária, falecida recentemente e estavam temporariamente a ser tratados por um dos herdeiros.

As 'Testudo Hermanni', protegidas pela chamada Convenção de Washington (CITES) e pelos regulamentos comunitários que a implementam, estão classificadas como espécies ameaçadas de extinção.

As tartarugas, com idades entre 1 e 30 anos, foram libertadas numa área de mais de 6 hectares, arborizada e com fontes de água, especialmente preparada para receber esta espécie

A presença e posse das tartarugas, contudo, não era do conhecimento da Unidade CITES, uma vez que nunca tinham sido denunciadas à nascença. Embora não tenha sido imposta qualquer penalidade pela violação, uma vez que a proprietária já não estava viva, os espécimes foram confiscados.

Os núcleos da CITES e da força policial Carabinieri supervisionam a correta aplicação da legislação que protege animais e plantas em perigo, a Convenção de Washington, também conhecida como CITES, um acrónimo para "Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas de Extinção".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cidades italianas de Pozzuoli e Procida declaram guerra ao esferovite

Salvini junta principais representantes da extema-direita europeia

Itália acorda para o feminicídio, assasinato de jovem despertou consciências