EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Centenas de pessoas no último adeus a Daria Dugina

Alexander Dugin no funeral da filha, Daria Dugina.
Alexander Dugin no funeral da filha, Daria Dugina. Direitos de autor Dmitry Serebryakov/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Dmitry Serebryakov/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Alexander Dugin, apoiante de Putin, diz que a filha morreu em nome da vitória russa.

PUBLICIDADE

Em Moscovo, centenas de pessoas disseram um último adeus a Daria Dugina. A jovem, filha do ideólogo russo Alexander Dugin, morreu no passado domingo, na sequência da explosão do carro em que seguia. O apoiante de Putin defendeu que a filha morreu em nome da pátria.

“O preço mais alto que tem de se pagar, perder um filho, só pode ser redimido pelo nosso maior feito, a vitória. Ela viveu por esta vitória e morreu em nome da vitória russa, da nossa verdade, fé ortodoxa, país e Estado”, referiu Dugin, num discurso feito durante o funeral.

Serguei Mironov, um político russo, apontou o dedo à Ucrânia e a Zelenskyy. "Tanto os executores, como os céerebros que ordenaram o ataque, que estão em Kiev, e falo de Zelenskyy pessoalmente, irão enfrentar o Tribunal Internacional", começou por dizer.

"A escória fascista deve ser aniquilada no seu covil, em Kiev. E a completa desnazificação da Ucrânia é impossível sem a liquidação do regime criminoso fascista de Zelenskyy”, acrescentou o político.

A Ucrânia nega qualquer responsabilidade na morte de Dugina. No Twitter, o secretário do conselho de defesa ucraniano, Oleksy Danilov, diz que este é o primeiro de uma série de ataques dos serviços secretos russos para mobilizar a população contra Kiev.

A Rússia tem outra versão e salientou que já identificou a autora do ataque, que diz ser uma cidadã ucraniana, que fugiu para a Estónia e que seguiu Dugina nos dias anteriores ao ataque.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia acusa Ucrânia pela morte de Darya Dugina

Rússia culpa Ucrânia pelo atentado bombista que matou Darya Dugina

Investigações confirmam bomba implantada no carro de Daria Dugina