This content is not available in your region

União Europeia anuncia novas "medidas restritivas adicionais contra a Rússia"

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Josep Borrell
Josep Borrell   -   Direitos de autor  Julia Nikhinson/Associated Press

A União Europeia vai "continuar a aumentar as ajudas militares" à Ucrânia e está a estudar novas sanções contra a Rússia. O anúncio foi feito pelo chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, depois de uma reunião extraordinária de ministros da UE em Nova Iorque.

Josep Borrell, chefe da diplomacia europeia:"Serão imediatamente avançadas medidas restritivas adicionais contra a Rússia, assim que for possível, em coordenação com os nossos parceiros. [...] E quero sublinhar, em particular, um elemento importante: de acordo com a carta das Nações Unidas e o direito internacional, a Ucrânia está a exercer o direito legítimo de se defender contra a agressão da Rússia, para recuperar o controlo total do seu território, e tem o direito de libertar territórios ocupados dentro das suas fronteiras reconhecidas internacionalmente. E, por isso, nós vamos continuar a apoiar os esforços da Ucrânia, providenciando equipamento militar, enquanto for necessário."

De acordo com Borrell, as novas sanções deverão afetar setores da economia russa, como o tecnológico, além de mais indivíduos e personalidades russas.

Bruxelas condena também o apoio do Kremlin aos referendos anunciados nas zonas ocupadas sobre uma união dos territórios com a Rússia.