This content is not available in your region

Furacão "Ian" semeia destruição e morte pela Florida

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Pessoas andam pelos destroços na zona de Times Square em Fort Myers Beach, Florida
Pessoas andam pelos destroços na zona de Times Square em Fort Myers Beach, Florida   -   Direitos de autor  Bobby Pratt/AP   -  

Cenas apocalípticas na Florida no rescaldo do Ian, o furacão de categoria 4 que se abateu sobre o estado. Os danos causados são enormes. Vastas áreas estão submersas. Os serviços de socorro não têm mãos a medir. Desconhece-se o número de mortos, mas estima-se que será elevado.

O presidente norte-americano, Joe Biden, fala de uma catástrofe sem precedentes: "Chegou a terra ontem e continua ainda hoje a atravessar o estado. Este pode ser o furacão mais mortífero da história da Florida. Os números de vítimas ainda não estão claros, mas estamos a ouvir relatos iniciais do que pode ser a perda substancial de vidas", disse.

Biden anunciou que vai visitar a Florida assim que as condições o permitam e irá também a Porto Rico.

Ao longo do dia, milhares de pessoas foram retiradas de lares e hospitais, que ficaram sem condições de prestarem assistência.

Muitas estradas estão intransitáveis. Mais de dois milhões e meio de pessoas ainda estão sem eletricidade. Milhares de pessoas estão presas em casas inundadas.

O governo prometeu assistência individual para aqueles cujo seguro não cobre a totalidade da perda das casas.