EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Checos protestam contra inflação recorde

Milhares contra a subida de preços na Chéquia
Milhares contra a subida de preços na Chéquia Direitos de autor Petr David Josek/AP
Direitos de autor Petr David Josek/AP
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Milhares desfilaram nas ruas de Praga este sábado, criticando a falta de medidas para controlar os preços que subiram 17% num ano

PUBLICIDADE

Contra a falta de medidas do governo checo para travar a subida dos preços da energia e dos alimentosProtesto este sábado em Praga - a terceira manifestação de censura ao governo conservador de Petr Fiala no espaço de um mês.

A taxa de inflação na Chéquia é uma das maiores da União Europeia - 17,6 por cento. O protesto foi desta vez organizado pelos sindicatos, com o apoio dos social-democratas e comunistas.

Este último comício vem na esteira de duas grandes manifestações, organizadas por grupos de extrema-direita, que levaram um total de cerca de 100.000 pessoas à rua em setembro. 

O evento foi convocado pela Confederação Checa de Sindicatos, a maior sede sindical do país, que conta com cerca de 270.000 membros. O líder da confederação, Josef Středula, está actualmente a recolher assinaturas para concorrer à presidência.

Os membros do sindicato apelaram ao governo para começar a tomar decisões que evitem que as pessoas caiam na pobreza. Querem que o Estado regule o custo dos produtos essenciais e aumente o salário mínimo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Chéquia quer apostar na energia nuclear e deixar carvão até 2033

"Conduzir o Judas", uma velha tradição que se mantém na Chéquia

Grupo de Visegrado dividido sobre envio de munições para a Ucrânia