Sobe para 15 o número de mortes na queda de aeronave militar russa

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira  com AP, AFP
Equipas de socorro examinam partes do avião que se despenhou
Equipas de socorro examinam partes do avião que se despenhou   -   Direitos de autor  AP Photo

Sobe para 15 o número de vítimas mortais provocadas pela queda de uma aeronave militar russa sobre uma área residencial, em Yeysk, no Mar de Azov. Três dos falecidos saltaram do edifício de nove andares para fugir às labaredas de um enorme incêndio. O acidente, ocorrido em território russo, fez ainda quase duas dezenas de feridos. Uma delas acabou por morrer já no hospital, com queimaduras muito graves. Informação avançada pela vice-governadora da região de Krasnodar, Anna Minkova.

O Ministério da Defesa adiantava que um dos motores do avião se incendiou durante a descolagem, para uma missão de treino. Os dois tripulantes conseguiram ejetar-se mas não evitaram a colisão do aparelho com um prédio, o que provocou uma explosão. Mais de 500 residentes foram obrigados a abandonar as suas casas e estão em alojamentos temporários.

Em Yeysk, cidade com 90.000 habitantes, existe uma importante base aérea russa.

Outras fontes • MES